h1

O último que sair apaga a luz

25/06/2009

Já percebeu que todo brasileiro que sabe que tem um antepassado próximo (pais ou avós) vindo do exterior tem o curioso hábito de comentar este fato a todo momento. Tudo bem, talvez não sejam todos, mas quase todos fazem isso. Parecem que têm vergonha de ser brasileiros: “eu nasci aqui, mas venho de outro país”… Dá a impressão de que estão tentando negar suas origens e ir embora para outro país. Isto é particularmente verdadeiro no caso dos descendentes de europeus, provavelmente por causa do nosso histórico de colonização. Imagine se todos os brasileiros fizerem o mesmo. Considerando o grau de mestiçagem de nosso povo, é de se supor que praticamente todos nós temos um antepassado estrangeiro. O último que sair apaga a luz…

P.S.: Esta postagem não é sobre nacionalismo barato. É sobre não idolatrar culturas alheias e não se sentir inferior por ter nascido em um país de terceiro mundo.

Anúncios

One comment

  1. Ufanismo invertido ou nacionalismo emprestado. Apenas algumas das muitas barreiras que nosso mecanismo social cultiva dentro de muitos de nós.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: