Posts Tagged ‘Idiomas’

h1

Expressões em Latim (significado)

06/01/2012

Segue abaixo uma relação com algumas expressões em latim interessantes com seus significados:

  • A posteriori – Significa “o que provém de”.
  • A priori – Significa “a princípio”, “partindo de”.
  • Ad hoc – Significa “para esse fim”.
  • Ad nauseum – Significa “até enjoar” (no pior sentido). É usado para coisas que se repetem muito, como a Sessão da Tarde… rsrs
  • Alias – Significa “de outra forma”. Usado para pseudônimos.
  • Anno Domini (A.D.) – Significa “Ano do Senhor”. É uma sigla de uso comum na língua inglesa e que tem equivalência ao nosso D.C. (depois de Cristo).
  • Bona fide – Significa “boa fé”.
  • Carpe diem – Significa “aproveite o dia”.
  • Circa (c.) – Significa “em torno de”. Usado para datas aproximadas.
  • Coeteris paribus (ou ceteris paribus” – Significa “tudo o mais constante”. Muito usado em Economia para dizer que um modelo está partindo do princípio de que as demais variáveis não sofreram alteração.
  • Corpus Christi – Significa “corpo de Cristo”.
  • Cui bono – Significa “em benefício de quem”. Usado quando se questiona em benefício de quem algo é feito. É uma pergunta que deveríamos sempre fazer no cotidiano, especialmente em relação ao que os políticos fazem…
  • Data venia – Significa “com o devido respeito”.
  • De facto – Significa “na prática”.
  • Dura lex, sed lex – Significa “a lei é dura, mas é lei”.
  • Ecce homo – Significa “eis o homem”. Frase dita por Pilatos em João 19:5.
  • Et alii (et al.) – Significa “e outros” (se referindo a pessoas). Na verdade, et alii é masculino. O feminino é et aliae. Usado para referenciar autores de uma obra.
  • Et cetera (etc.) – Significa “e outros” (se referindo a coisas).
  • Et tu Brute? – Significa “Até tu, Brutus?”.
  • Exempli gratia (e.g.) – Significa “por exemplo”. Muito usado na língua inglesa.
  • Fiat lux – Significa “Faça-se a luz”.
  • In loco – Significa “No local”.
  • Libertas quae sera tamen – Significa “Liberdade ainda que tardia”. Consta na bandeira de Minas Gerais.
  • Mea culpa – Significa “minha culpa”.
  • Modus operandi – Significa “modo de agir”.
  • Mutatis mutandis – Significa “mudando o que for necessário”.
  • Post scriptum (p.s.) – Significa “escrito no fim”.
  • Sic – Significa “dessa forma”. Serve para dizer que algo foi escrito errado de forma intencional, e não por engano.
  • Veni, vidi, vici – Significa “Vim, vi e venci”.
  • Vox populi – Significa “voz do povo”.

Se você tiver uma sugestão de outra expressão (ou se encontrou algum erro) comente.

h1

Gírias da Internet em Inglês (traduzidas)

17/11/2011

Aviso: Este artigo contém linguagem que pode ser considerada ofensiva por algumas pessoas.

————————————

Dando continuidade a outro post sobre gírias da internet em inglês, seguem mais algumas expressões de uso comum na internet (lembrando que procurei traduzir de uma forma mais natural, nem sempre literal, como no post anterior):

  • AFK – Abreviatura de “Away from keybord”; significa “Afastado do teclado”; é usado em jogos online para avisar que você vai sair da frente do computador por um tempo (para comer, atender o telefone, ir ao banheiro etc).
  • AKA – Abreviatura de “Also known as”; significa “Também conhecido como”. Essa também costuma ser bastante usada fora da internet.
  • AYFKM – Abreviatura de “Are fucking kidding me?”; significa “Tá de sacanagem com a minha cara?”.
  • Can’t be unseen – Algo como “não pode ser ‘desvisto’ ” (sic). Usado para expressar algo tão marcante que você não consegue apagar da sua mente. É usado em piadas visuais de vários tipos: as de humor negro (onde algo perturbador é exibido – e alguns pegam realmente pesado…); as que revelam algo que está na nossa cara, mas raramente alguém nota (muitas vezes por se tratar de mensagens subliminares); ou simplesmente alguma comparação engraçada. Tradicionalmente vem na forma “What has been seen can’t been unseen” (“O que já foi visto não pode ser ‘desvisto’ “). Observação: o fato de eu ter traduzido “unseen” como “desvisto” (palavra que na verdade não existe) foi para realçar a idéia original de desfazer o ato de ver, ou seja, a idéia não seria encobrir os fatos, mas sim apagar seu registro da memória. É, meu amigo leitor, traduzir é uma arte – muitas vezes temos que improvisar se quisermos manter a idéia original intacta (ou quase).
  • CYA – Forma estilizada de dizer “See ya” (“Te vejo”, “Até mais”).
  • Dunno – Corruptela de “I don’t know”; significa “Eu não sei”.
  • Epic Win – Literalmente uma “vitória épica”, ou seja, algo muito foda!
  • FAQ – Abreviatura de “Frequently answered questions”; significa “Perguntas frequentemente respondidas”; é usado para listar dúvidas comuns sobre determinado tema. Muito comum em páginas que explicam a idéia principal de um site e, no mundo offline, em manuais de aparelhos eletrônicos.
  • FTW – Abreviatura de “For the win”; expressa grande entusiasmo. É mais ou menos como dizer “Me amarrei”. Ou, dependendo do contexto, também pode significar “Fuck the world” (“Foda-se o mundo”). Essa eu aprendi com meu amigo @paganijoao, autor do blog Banana Amassada (veja o comentário de Johnny no meu primeiro artigo sobre o tema, citado acima).
  • IMHO – Abreviatura de “In my humble opinion”; significa “Na minha humilde opinião”.
  • LMAO – Abreviatura de “Laughing My Ass Off”; significa algo como “Se cagando de rir”.
  • Mindfuck – Traduzindo literalmente seria algo como “fode-mente”, no sentido de algo que esculhamba com a sua cabeça. É muito comum em piadas visuais do tipo “When you see it you’ll shit bricks” (“Quando você ver isso vai cagar tijolos”). Veja um exemplo abaixo:

Clique na imagem para ampliar

  • NP – Abreviatura de “No problem”, que neste caso seria melhor traduzido como “De nada” (em resposta a um “obrigado”).
  • NSFW – Abreviatura de “Not safe for work”; significa “Não seguro para o trabalho”; serve para alertar que se trata de conteúdo adulto (em geral, sexo ou violência).
  • OMG – Abreviatura de “Oh, my God”; significa “Oh, meu Deus”.
  • Shit bricks – Literalmente… “cagar tijolos”. rsrs É usado para expressar um grande espanto. Uma forma alternativa é “shit brix”.
  • TY – Abreviatura de “Thank you” (“Obrigado”).
  • Über – Essa na verdade é uma palavra alemã, mas também é usada entre as gírias em inglês. Significa “Super”. É usado para dizer que algo é excepcional. Hum… Parece redundante, não é? Afinal de contas, algo “super” já é algo excepcional. Bom, o caso é que normalmente se usa essa palavra para dizer que algo é, digamos… muuuuito foda. Em jogos online, um personagem über é aquele que massacra o mestre final com um peteleco e nem sequer repara que fez isso. Em outras palavras, é o Chuck Norris. rsrs
h1

Estude para vencer!

18/01/2011

Amigos, estou inaugurando mais outro projeto que eu já estava preparando há alguns meses. É o blog Estude para vencer!

 

http://estudeparavencer.blogspot.com/

 

No Estude para vencer! eu postarei diversas dicas de estudo, de todos os níveis (incluindo dicas para Concursos Públicos e dicas sobre outras línguas). E estarei sempre aberto à opiniões sobre quais assuntos deveriam ser tratados no blog.

 

Espero que gostem!

h1

Gírias da Internet (tradução Inglês – Português)

27/10/2010

Aviso: Este artigo contém linguagem que pode ser considerada ofensiva por algumas pessoas.

————————————-

Eu sempre digo que Conhecimento nunca é demais. E no caso de gírias de Internet, isso significa não apenas a abertura de novas portas para o aprendizado, como também a compreensão de piadas que de outra forma não fariam sentido (e humor também é algo que considero extremamente importante). Sendo assim, publico abaixo uma relação de gírias da Internet que costumam ser usadas em inglês (apenas algumas das mais usuais, uma lista completa renderia um livro inteiro). Ao lado, segue uma breve explicação sobre o significado da palavra / expressão, tradução e uso (quando a tradução não for auto-explicativa). Digamos que este post seja um mini-dicionário de bobagens… rsrsrs

Divirta-se!

  • Epic Fail – Significa “falha épica”; é usado para definir alguma digamos… cagada. rsrs
  • GTFO – Abreviatura de “Get the fuck out!”; significa “cai fora, pôrra!”.
  • LOL – Abreviatura de “laughing out loud”; significa “rindo alto”; é usado para expressar uma risada (equivale ao nosso “rsrsrs” ou “kkk”), ou também para designar uma versão humorística de algo. Um exemplo deste segundo caso sãos os famosos “LOL cats” (algo como “gatos zoeira”). Veja um exemplo em português abaixo:

  • Motivational Poster – Significa “pôster motivacional”; é um estilo de piada visual no qual se usa uma imagem seguida de um título e um brevíssimo comentário. Apesar do nome (que vem do uso original e sem piada em escritórios e escolas), um Motivational Poster não é necessariamente algo motivador. Você pode ver alguns exemplos que eu mesmo criei buscando pela tag “Motivational Posters” no Blog do Rodrigo Guedes (clique aqui).
  • Noob – É uma corruptela de “newbie”; significa “novato”; costuma ser usado como um insulto leve.
  • Owned – Literalmente seria “possuído” (no sentido de posse material, não de possessão demoníaca), porém uma tradução melhor seria “dominado”; é usado para dizer que alguém sofreu uma derrota vergonhosa.
  • RTFM – Abreviatura de “Read the fucking manual!”; significa “Leia a pôrra do manual!” (para quem costuma traduzir as coisas literalmente: não, fucking manual não se refere ao Kama Sutra… rsrsrs); é usado quando uma pessoa faz uma pergunta óbvia ou transgride uma regra em um fórum.
  • STFU – Abreviatura de “Shut the fuck up”; significa “Cala a pôrra da sua boca!”.
  • Troll – Trolls são monstros da mitologia nórdica (para quem não faz idéia do que seja, são algo como ogros); significa alguém que entra em fóruns de discussão apenas para causar tumulto. A atitude de agir como um “troll” se chama “trolling”.
  • WTF – Abreviação de “What the fuck?”; significa “Que pôrra é essa?”. Uma versão menos popular é o “Da fuck?”.

Obs.: Existem diversas maneiras de traduzir uma palavra ou (principalmente) expressão. Neste post optei por uma tradução mais “orgânica”, ou seja, busquei uma tradução mais próxima da linguagem corrente, em vez de uma tradução excessivamente literal.

 

Não deixem de ler a continuação deste post com ainda mais gírias da internet com tradução!

h1

Alfabeto Grego

08/10/2010

Sabe quando um professor escreve uma letra grega no quadro e ninguém entende que troço é aquele? Parece bobagem, mas é importante conhecer o alfabeto grego (ou pelo menos as letras mais usadas como símbolos matemáticos). Segue uma ótima tabela que encontrei no site do Professor Willian de Araujo Rosa:

A propósito, o site é muito bom.

http://www.profwillian.com/

Recomendo!

h1

Aonde X Onde

06/10/2010

Sempre vejo as pessoas confundirem o uso de “aonde” com o de “onde”. Não sei quanto à outros países lusófonos (ou seja, que falam a Língua Portuguesa), mas aqui no Brasil, estas duas palavras acabam sendo usadas como sinônimos. Mas não o são. Veja se você consegue identificar quais das frases abaixas estão erradas:

  • Aonde é o ponto de ônibus?
  • Ele vai onde ele quer.

A primeira, a segunda, ambas ou nenhuma? Resposta: ambas.

Explico: a palavra “aonde” é a junção da preposição “a” com “onde” (que pode ser advérbio ou pronome relativo, conforme o contexto). Oh, não! Lá vem este papo chato de gramática!

Calma, é muito mais simples do que parece. Quem vai, vai a algum lugar. Repare na preposição “a”. Ela será usada juntamente com “onde” para formar o “aonde”. Então, usa-se “Ele vai aonde ele quer”. Por outro lado, o ponto de ônibus não vai a lugar algum. Ele fica lá mesmo. [rsrs] Então, o correto é “Onde é o ponto de ônibus?”

Um pequeno truque seria de lembrar desta frase:

“O importante não é onde você está hoje, mas aonde você vai amanhã.”

Repare nas duplas onde-está e aonde-vai.

E você, amigo concurseiro, esteja atento para não perder pontos de bobeira com pequenos erros como este.

Então quer dizer que “Onde você mora?”, aquela música do Cidade Negra está errada? Bom, o título está correto, mas o trecho que diz “Aonde você mora? Aonde você foi morar?” está gramaticalmente errado, embora nestes casos costuma-se dizer que foi um erro intencional para dar uma melhor sonoridade. É um recurso estilístico, uma licensa poética.

Encerro este artigo com a letra de “Onde você mora?”, do Cidade Negra:

Onde Você Mora?

Cidade Negra

Composição: Nando Reis / Marisa Monte

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei

Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei

Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete
Amor…

Cê vai chegar em casa
Eu quero abrir a porta
Aonde você mora?
Aonde você foi morar?
Aonde foi?

Não quero estar de fora
Aonde esta você?
Eu tive que ir embora
Mesmo querendo ficar
Agora eu sei

Eu sei que eu fui embora
Agora eu quero você
De volta pra mim

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei
Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei

Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei

Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais verei
Amor que não se pede
Amor que não se mede
Que não se repete

Cê vai chegar em casa
Eu quero abrir a porta
Aonde você mora?
Aonde você foi morar?
Aonde foi?

Não quero estar de fora
Aonde esta você?
Eu tive que ir embora
Mesmo querendo ficar
Agora eu sei

Eu sei que eu fui embora
Agora eu quero você
De volta pra mim

Amor igual ao teu
Eu nunca mais terei

Amor que eu nunca vi igual
Que eu nunca mais, nunca mais terei

Fonte:

http://letras.terra.com.br/cidade-negra/45284/

h1

Já percebeu como banalizam a Língua Portuguesa?

04/08/2010

Tem certas palavras e expressões que ficam banalizadas, seja pelo uso em excesso ou simplesmente por uso equivocado.

Exemplos:

Polêmica – Na tv se diz até que um artista da Globo com namorada nova é polêmica (talvez porque eles têm uma “gigantesca” diferença de idade de 5 anos, ou outra besteira do tipo). Que o diga o TV Fama, mestre em transformar tudo em polêmica. Fora quando eles vêm com chamadas do tipo “Bomba! Lima Duarte morreu?” para logo em seguida dizer “Calma, foi só o personagem dele na novela”. (exemplo fictício para fins de ilustração).

Literalmente – Este é um caso de mal uso mesmo. Literalmente é algo que aconteceu de fato, ou seja, não estamos falando em sentido figurado. Mas de uns tempos para cá o “literalmente” veio a substituir o “bonito” (no sentido de ênfase). Por exemplo: “José quebrou a cara bonito” (enfatiza que ele passou por um infortúnio). Mas hoje em dia se diria: “José quebrou a cara literalmente” (chamem um médico, porque se ele quebrou a cara literalmente é porque o coitado está com os ossos da face fraturados).

Urgente – Urgente quer dizer que deve ser feito com prioridade sobre as outras coisas. Quem quer que tudo seja considerado urgente está, sem saber, dizendo: “coloque tudo acima de tudo na pilha de prioridades”. Na melhor das hipóteses isso não muda nada (A é melhor que B, mas B é melhor que A, então na verdade ambos são iguais). Na pior das hipóteses apenas causa confusão, pois quem tenta fazer tudo ao mesmo tempo, porque tudo é urgente inevitavelmente vai “tropeçar”.

Todos são especiais – É a mesma lógica do “urgente”. Ora, se todos estão acima de todos, então na verdade todos somos iguais. Só que nesse caso há uma ressalva: a expressão faz sentido, sim, com uma pequena mudança – “todos são especiais à sua maneira”. Mas aí a história é outra. Muda-se completamente o sentido da frase.

Rock – Calma, antes que alguém me diga que Rock é uma palavra inglesa, e não portuguesa, deixe-me lembrá-los de que trata-se do nome de um dos mais famosos estilos musicais que existem, e como tal, inevitavelmente entrou no nosso vocabulário. Mas, voltanto ao tema em questão, o problema aqui é que a mídia “vende” qualquer banda ou artista solo que toque uma guitarra como roqueiro. Rock é atitude! É muito mais do que simplesmente tocar guitarra. E nem vou entrar no mérito dessas bandas de garotinhos chorões com franjinha que se acham Hardcore. Ah, se o Slash ouve isso… rsrsrs Mas, falando sério, nada contra. Só que cada coisa tem seu nome.

Chacina – Nos últimos anos, qualquer assassinato com mais do que duas vítimas é chamado de chacina, desde que o crime seja cometido pelo tráfico ou por policiais fora-da-lei. Chacina na verdade significa massacre, extermínio, morticínio em grande escala. Se chamam o assassinato de três pessoas de chacina, quando vão falar de um massacre de vinte pessoas e usarem a palavra chacina, esta não tem a mesma força.

Celebridade – Antigamente, para ser célebre uma pessoa deveria se destacar nas Artes, na Ciência, nos Esportes, na Religião… Hoje em dia basta passar uns dias em um casarão vigiado por câmeras 24 horas por dia e voilà!, nasce uma estrela!

Virgem – Deixei o caso mais bizarro por último. Virgem é quem nunca fez sexo. Simples assim. Mas a Mídia tem essa mania estranha de achar que virgindade é algo estritamente ligado ao hímen (pelo jeito, nós homens somos, por nossa própria natureza, “não-virgens” desde o nascimento, posto que não temos hímen). Veja dois casos reais que ilutram com perfeição o que eu digo: o primeiro é o da Ângela Bismarchi que fez uma cirurgia para reconstituir o hímen e, pasmem!, voltar a ser virgem. Seria melhor ter pedido ajuda ao Doutor Emmet Brown, do filme De Volta Para o Futuro. Ele poderia viajar no tempo e impedir que ela deixasse de ser virgem, he he he. O outro caso a que me refiro é o da sobrinha da Gretchen, Carol Miranda, que fez um filme pornô e… continuou virgem! Como assim? Ela fez sexo ou não fez? A desculpa que eles dão é que sexo anal não conta. Tá legal… Me engana que eu gosto. Me faz até lembrar do Bill Clinton que dizia que sexo oral não é sexo.